Paternidade responsável

Ser pai é esperar ansioso o grande dia,

Em que vai chegar o rebento tão querido.

É sorrir à toa, transbordando de alegria.

É acalentar um desejo tão sentido.

É aceitar o filho mesmo não estando planejado

Pois ele não pediu para nascer nem sequer foi consultado

Portanto, desde o momento em que ele foi gerado,

Precisa ser assumido, aceito e respeitado.

É falar sobre higiene, conhecimento, educação,

É ensinar, ‘com licença’, ‘desculpe’, ‘obrigado’.

É ter cuidado com uma boa alimentação.

É muito importante deixar este legado.

É ir alta noite cobri-lo em sua cama

Para que nada atrapalhe seu leve sono

É cobrir de beijos aquele que se ama

Para que nunca sinta tristeza ou abandono.

É procurar saber se ele está doente

OU se algum mal lhe causa alguma dor

É descobrir o que lhe aflige tão premente

É orientá-lo no que preciso for.

É precisamente dar-lhe uma escala de valores,

E ensinando que Deus é o bem maior.

Seguindo esta linha aplacará seus temores

Com justiça, integridade, coerência ao seu redor.

É ser sempre atento, solícito, disponível.

Ser sempre presente, amigo, companheiro,

Para não omitir sua responsabilidade intransferível

Para não precisar da interferência de terceiros.

Compreendê-lo em sua angústia, ajudá-lo em seu cansaço,

Saber ouvir o filho, ser seu melhor amigo,

Nunca abandoná-lo no momento do fracasso.

Que o coração de pai seja sempre o seu abrigo.

Ensine tudo a ele, não deixe que outros digam,

Fale sobre a vida, sobre sexo, sobre o amor.

Aquilo que Deus criou é preciso que bendigam

Tudo na vida é belo, é dádiva do Senhor!

Deixe a sexualidade acontecer naturalmente

Se não já é tabu, as imagens negativas,

É a expressão do amor de Deus que vem solenemente

Transmitir ao homem de pureza envolvida.

Por fim quando chegar ao término do caminho

E ter seguido certo a ética no seu trilho,

Tornando realizado e feliz aquele anjinho,

Pois a coisa mais importante da sua vida é SEU FILHO!

 

Publicado na Revista nº 3 – junho de 2011, p. 50, – Escola de Pais – Biguaçu.

Suzana de Moura Mello –  Membro da Escola de Pais do Brasil.

1 Comment on Paternidade responsável

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*