Covid-19 e parentalidade

Não pode ir trabalhar?

As escolas estão fechadas?

Preocupado com dinheiro?

É normal que se sinta estressado e sobrecarregado.

Aproveite a oportunidade de construir relacionamentos melhores, faça com que as crianças se sintam amadas e seguras!

 

1 – Tempo de Qualidade

Criar novas rotinas que podem ajudar!

. Todos os dias guarde um tempo para cada criança e mantenha um horário regular.

. Pergunte aos seus filhos o que querem fazer no vosso tempo juntos.

. Desligue a televisão e o celular – crie tempo livre de vírus.

. Dê a sua total atenção e divirtam-se!

 

É difícil manter uma atitude positiva quando as nossas crianças nos deixam loucos. As crianças são mais colaborantes com instruções positivas e muitos parabéns pelo que fizeram corretamente!

2 – Atitude Positiva

. Fale com os seus filhos utilizando um tom de voz calmo e sem gritar, usando os seus nomes e com palavras positivas.

. Elogie os seus filhos quando fizerem algo bem, faça que se sintam importantes.

. Ajude os seus filhos a manter a comunicação com amigos e familiares.

 

A COVID-19 alterou completamente as nossas rotinas de trabalho, casa e escola. A quebra nas rotinas é difícil para si, mas também é difícil para as crianças e adolescentes. Criar novas rotinas pode ajudar!

3 – Criar rotinas

. Crie com a ajuda dos seus filhos uma rotina diária firme, mas flexível!

. Mantenha exercício físico regular.

. Procure tornar divertida a lavagem das mãos e ensine como manter uma distância segura.

. Aproveitem o fim da tarde para refletir sobre o dia que passou e celebrem as coisas boas que fizeram!

 

Todas as crianças se portam mal alguma vez. É normal quando estão cansadas, com fome, com medo, ou quando querem ser mais independentes. A gestão do comportamento dos seus filhos é sempre difícil, e ainda mais quando estão presos em casa. Pare, respire fundo e tente reagir de forma responsável!

4- Mau comportamento

. Tente perceber atempadamente um mau comportamento e redirecione a atenção do seu filho para um bom comportamento.

. Faça perceber as consequências das suas ações, a responsabilização é mais efetiva que bater ou gritar!

. Evite reagir de forma intempestiva, respire fundo!

 

 

Estamos num período incerto e estressante, mas você não é a única pessoa nesta situação. É preciso cuidar bem de si para poder cuidar e ajudar os seus filhos!

5 – Manter a calma

. Não está sozinho! Ligue aos seus amigos e conhecidos e fale sobre a sua experiência.

. Evite ver notícias se o fizerem sentir ansioso.

. Faça um intervalo, relaxe!

. Ouça os sentimentos dos seus filhos.

. Se estiver muito estressado, pare! Procure um lugar confortável, respire fundo e faça uma pausa.

 

Todas as crianças e adolescentes já devem ter ouvido falar do vírus, mas podem não compreender bem a informação. Esteja disponível para falar com as crianças, não guarde segredo, ninguém melhor que você sabe como falar com os seus filhos!

6 – Conversar

. Esteja disponível para falar livremente com os seus filhos, descubra o que eles sabem e o que os preocupa.

. Fale da pandemia e dos seus heróis, faça-os sentir uma parte importante do combate ao Vírus.

. No fim da conversa façam alguma coisa divertida ou acabe com uma boa notícia!

 

Publicado no site da Sociedade Portuguesa de pediatria  e baseado em recomendações da Organização Mundial de Saúde – OMS: https://www.spp.pt/UserFiles/file/Noticias/SPS%20Folheto%20COVID%20e%20parentalidade%202_4_2020.pdf

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*