Ciclo de debates a distância

Com 50 anos de experiência na modalidade presencial, a Escola de Pais do Brasil está ingressando no mundo virtual com o Ciclo de Debates a Distância. Esse desafio está sendo liderado pelas Seccionais de Biguaçu e São José. Com os ensinamentos aprendidos na própria Escola de Pais, ou seja, quando não dominamos por completo um assunto, pedimos auxílio para outras pessoas mais capacitadas, que a Seccional de Biguaçu tomou a atitude de propor à Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, um Convênio de Cooperação Técnica. Com o Convênio assinado, a UDESC disponibilizou o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) para a Escola de Pais construir todo o programa do Ciclo de Debates na modalidade virtual, bem como a estrutura do suporte técnico do Centro de Educação a Distância – CEAD.

Já foram certificadas duas turmas nesta nova modalidade. A terceira, em andamento, conta com a participação de mais de sessenta circulistas. O projeto ainda está em fase de experiência, cada turma é estudada, avaliada, discutida e são realizados os ajustes necessários.

Com o ciclo de debates a distância, a Escola de Pais consegue atingir um público diferenciado, mais familiarizado com as novas tecnologias e com as diferentes linguagens. São pais e mães que fazem parte da geração Y, conectados às redes, acostumados a aprender com as diversas interfaces do mundo virtual.   Além disso, essa modalidade rompe a barreira das grandes distâncias características do nosso Brasil. A experiência tem sido muito rica e motivadora e esperamos que, depois de validada, se estenda para as demais escolas do país.

Destacamos algumas vantagens da realização do Ciclo a Distância:

 – Os participantes escolhem o melhor horário para se apropriarem do conteúdo;

– A distância não impede a participação;

– Os circulistas podem se aprofundar no conteúdo que tem mais interesse, de acordo com a idade dos filhos ou educandos;

– facilidade de disponibilizar conteúdos complementares na Biblioteca Virtual;

– as revisões do conteúdo já podem ser disponibilizadas para a próxima turma, sem necessidade de aguardar a publicação impressa;

– os circulistas podem participar, sem nenhum custo financeiro de deslocamento;

– a plataforma moodle permite interatividade e, consequentemente, troca de experiências.

Normalmente, as novas ideias, os novos projetos não saem do papel por falta de recursos financeiros. Pois queremos afirmar que este projeto está sendo implementado sem nenhum custo financeiro.

No dia dois de maio, a Seccional de Biguaçu apresentou os resultados desse projeto no 51º Congresso Nacional da Escola de Pais, realizado em São Paulo, despertando interesse de várias escolas do Brasil inteiro.

Em setembro, pretende capacitar a primeira turma de coordenadores de ciclo de debates a distância, durante a realização da XXXVI Revisão Estadual e a primeira Revisão da Região Sul das Seccionais da Escola de Pais, a ser realizada em Balneário Camboriú.

Queremos fazer um agradecimento especial ao casal RN, que apostou na ideia, assegurou apoio, coragem e incentivo à seccional de Biguaçu para implementação desse projeto. Muito obrigada a você Vera e ao nosso inesquecível Marino Schiochet (in memoriam).

Publicado na Revista Escola de Pais do Brasil – Seccionais de Biguaçu e São José, nº 5, junho de 2014, p. 24.

Escola de Pais do Brasil – seccional de Biguaçu

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*